Babalorixá reclama de seletividade religiosa na agenda da prefeita de Lauro de Freitas

A Babalorixá Vilson Caetano, líder religioso do Ilê Oba Lokê, comunidade situada no bairro do Jockey Club, reclamou em sua rede social, do que ele chama de seletividade religiosa.

O Babalorixá afirma que desde fevereiro, solicitou do chefe de gabinete Sr. Leto, orientado pela própria prefeita, uma agenda com a gestora e que seu pleito além de não ter sido atendido, não teve se quer um retorno que conotasse respeito ao solicitante.

Segundo o Babalorixá, Leto teria informado que repassou o pedido para a secretária particular da prefeita, Sra. Adriana, mas que essa também não deu retorno, nem mesmo para dizer que não teria agenda disponível.

“Não vejo problema algum em o chefe de gabinete da prefeita ter inclinação a um determinado seguimento religioso, mas é de se estranhar que a anti sala do gabinete vive cheia de pastores aguardando atendimento, será que há uma seletividade religiosa? Espero que não. Retrucou”

Vale ressaltar que a agenda solicitada pelo Babalorixá com a gestora diz respeito a um debate sobre o entendimento político acerca do Cadastro Único, um problema de interpretação que já passou pela Superintendente de Assistência Social, Lourdes Lobo, pelo controlador Geral, Apio Vinagre e pelo secretário de Governo Luis Maciel. Ambos têm conhecimento da agenda solicitada por Vilson.

Estes e outros devaneios que ocorrem no governo de Lauro de Freitas tem tirado o sono de muitos militantes petistas que compreendem que a lógica de um governo do PT está pautada no reconhecimento e no bom trato com os segmentos que historicamente acompanharam a trajetória do PT.

Parece que o exemplo de Brasília não foi suficiente para muita gente no PT entender que nem sempre a governabilidade é sinônimo de estabilidade.

Tentamos contato com o chefe de gabinete da prefeita, mas até a publicação dessa matéria obtivemos retorno.

Por: Ricardo Andrade

One thought on “Babalorixá reclama de seletividade religiosa na agenda da prefeita de Lauro de Freitas

  1. Em via de regra, o poder deixa poder gestores memória seletiva que é o caso em Lauro de Freitas, onde SÓ lembra das partes boas. Dos anos que foram coloridos. Das pessoas legais. Dica pra não cair nessa furada: seja realista e lembre-se de todos os defeitos alheios e todos os sentimentos ruins que você sentiu. Regra dois: pra mim, um cara (ou um trabalho ou um amigo) que não te dá o devido valor deve ser rebaixado. É, rebaixado mesmo. Então, se o cara resolveu te dar valor AGORA, ao invés de você agradecer e bater seus enormes cílios, se pergunte: um indivíduo que vive nesse estado de insatisfação constante vale a pena? Regra número três: essa é a mais difícil. Sinta-se agradecido. Verdadeiramente agradecido. Por tudo o que você tem HOJE. Por tudo o que você É. Seja honesto com seus sentimentos. Não se supervalorize. Nem tampouco se subestime. Seja forte. E bote pra quebrar (se vier a calhar). No mais, é só viver com o coração ABERTO. Afinal, o mundo anda tão louco que quem não aproveitar o presente vai se arrepender amanhã. Essa é a minha única certeza. Por isso volto a afirmar não tenho braço e nem bandeira política no tocante às políticas públicas !

Comentários estão fechados.