Jovens de Candomblé debatem racismo ambiental e o futuro da religião

No próximo dia 15 de Julho de 2018, as 09 horas da manhã, a Rede Jovem de Candomblé, Orooni, realizará na cidade de Inhambupe a sua 11ª edição, com o tema, Orooni Oxum, na associação Recreativa Cultural.

Orooni é uma organização política composta de jovens adeptos do candomblé, criada em junho 2013 com o propósito de fomentar lideranças juvenis para o enfrentamento ao racismo, ódio religioso e que luta pela garantia da livre expressão da fé?

Os encontros do Orooni são periódicos e seguem a ordem cronológica do Xirê, constituindo-se em fóruns de debates e troca de conhecimento, que interage o saber ancestral com os fatos sócio-político-culturais do cotidiano, na perspectiva de fazer leituras atualizadas e proposições de ações e políticas que dialoguem com o desenvolvimento das comunidades tradicionais e povos de terreiros.

Em sua 11ª edição o Orooni trará como eixo das discussões o Orixá Oxum, a dona das águas doces e senhora dos rios, num seminário temático de formação com um importante debate acerca do racismo ambiental.

A partir de uma leitura antropológica a cerca divindade Oxum, a Ekedi Cristielle França, fará uma análise da íntima relação que os povos de matriz africana estabelecem com os rios e a importância desses para a manutenção da vida, afirmação da cultura e da religião.

Já numa perspectiva mais contemporânea a Coordenadora do Inema, (Instituto de Meio Ambiente), Marcia Teles, trará uma síntese dos principais desafios e serem enfrentados pela s novas gerações e elencará as iniciativas vitoriosas e ações que vem ajudando na preservação dos rios e mananciais assim como provocarão o público a refletir novas estratégias de luta e combate ao racismo ambiental.

A preservação dos rios e a manutenção de águas e mananciais hídricos é fundamental para a continuidade da religião de matriz africana, por isso o Orooni entende a necessidade de conscientização e formação dos herdeiros dessa tradição.

Por: Ricardo Andrade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *