Morte cruel de PM na Santa Cruz deixa corporação indignada

O Policial Militar Gustavo Gonzaga da Silva, 44 anos foi brutalmete assassinado na madrugada de sabado (09), no Final de Linha da Santa Cruz, capital baiana.

A PM informa de que por volta das 4:30 da madrugada o serviço de emergência 190, registrou que estava havendo uma troca de tiros no local, e que, como consequência desta, haveria um corpo ao solo, já sem sinais vitais. Uma guarnição foi enviada ao local e constatou que o corpo era do policial.

Ainda segundo informações da PM,  o militar havia saído, em companhia de um  vizinho, e foi emboscado por traficantes de drogas do bairro, sendo executado, com requintes de crueldade.

A vítima teve a língua e as orelhas decepadas, os olhos arrancados, o abdome eviscerado, a mão direita decepada, além de receber vários tiros na cabeça.

Testemunhas informaram que os autores filmaram toda a ação utilizando smartfones. Assim que a noticia se espalhou, PMs de toda cidade e outros municípios, manifestaram revolta pela morte violenta do colega. Em audios vazados na rede social, um PM afirma que coronéis tentam em vão alcamar as tropas, mas que os bandidos se preparem pois o sangue do PM morto lavará a honra de toda a corporação.

Da redação